wiki FLISoL

February 05, 2013

Software Livre Brasil

Inscrições abertas para o I Encontro Nacional de Mulheres na Tecnologia

Foto: London Loves Business/reprodução

No dia 2 de março, um sábado, Goiânia vai sediar o I Encontro Nacional de Mulheres na Tecnologia.

O evento é uma iniciativa do grupo Mulheres na Tecnologia (/MNT), coletivo sem fins lucrativos que há quatro anos assumiu como missão colaborar para o reconhecimento do potencial feminino da área de TI.

Iniciativa de três mulheres de Goiânia, o grupo conta hoje com participação ativa de integrantes de pelo menos 16 estados brasileiros e alguns países estrangeiros.

A ideia do encontro é promover uma reunião presencial para reforçar a autoestima e incentivar as participantes na busca contínua de aperfeiçoamento na área, colaborando no empoderamento dessas profissionais, facilitando na sua empregabilidade e sociabilização nas áreas de inovação e tecnologia.

O evento será realizado na Faculdade de Tecnologia SENAC Goiás, e as inscrições custam R$ 60,00 (ou R$ 30,00 para estudantes).

Vale lembrar que os rapazes também são bem-vindos!

P.S.: Quer patrocinar? Clique aqui.

February 05, 2013 01:55 PM

February 01, 2013

Software Livre Brasil

Revista da FIOCRUZ organiza edição temática sobre T.I e Comunicação no setor de saúde

Chamada Pública de artigos para a revista recebe trabalhos até o dia 15 de março.

O número temático sobre “As tecnologias de Informação e Comunicação no setor Saúde: potencialidades e desafios para a gestão do SUS” visa a incentivar e ampliar a produção técnico-científica sobre a temática ao discutir os dilemas e as perspectivas da subárea de Informação e Informática em Saúde, contribuindo para o seu desenvolvimento teórico como um dos campos da Saúde Coletiva, e ainda debater os desafios da formação de trabalhadores para a área de Informações em Saúde do SUS, incluindo o uso de novas tecnologias de informação e comunicação. 

Serão cobertos pela edição os seguintes temas: aspectos teórico-conceituais da Informação e Informática em Saúde; experiências de disseminação da Informação para a gestão do SUS; uso do software público na gestão do SUS; formação profissional na área de Informação e Informática em saúde para o SUS; registros Eletrônicos em Saúde; utilização das informações oriundas das bases de dados/SUS para: análises epidemiológicas, apoio à gestão, e para o Controle Social.

Mais informações no site da FIOCRUZ.

February 01, 2013 05:34 PM

January 31, 2013

Software Livre Brasil

WikiSalvador 2.0 - encontro de voluntários, fãs e usuários da Wikipédia na Bahia

WikiSalvador 2.0

O movimento Wikimedia Brasil e a Wikimedia Foundation vão organizar, no domingo, dia 03/02, e segunda, dia 04/02, WikiEncontros no Digitália 2013, em Salvador.

Durante o encontro, será apresentado o  Projeto Wikipédia na universidade, onde professores e estudantes ao redor do mundo inteiro estão contribuindo para a melhoria da Wikipédia, e realizaremos um mutirão de edição da Wikipédia e um café de debates sobre cultura livre, cultura da permissão e do remix. Voluntários do movimento Wikimedia, editores novos e experientes, bem como interessados e curiosos em geral são muito bem-vindos. Quem nunca editou e quiser conhecer como faz terá oportunidade de ouvir dicas de voluntários e conhecerá mais da comunidade em torno dos projetos Wikimedia no Brasil. Com debates e atividades práticas de edição, o encontro quer contribuir para o crescimento do conhecimento livre e da comunidade.

São diversos os projetos abrigados pela Wikimedia Foundation. Além da já conhecida Wikipédia, Wikibooks, Wikiversidade, Commons, Wikivoyage são alguns dos outros projetos desenvolvidos por comunidades do movimento Wikimedia. Participe!

  • Local: Teatro Vila Velha, na sala Mário Gusmão.
  • Data e horário: 03 de fevereiro (domingo), das 14h às 18h,

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Wikip%C3%A9dia:Encontros/WikiSalvador_2.0

January 31, 2013 10:27 PM

Managana, uma ferramenta livre para a criação de conteúdo audiovisual interativo

Managana é um software multiplataforma para publicação digital baseado na imaginação como interface que permite a criação e manutenção de comunidades que dividem conteúdos interativos na internet, tablets, smartphones e exibições públicas. Cada comunidade tem fluxos (streams) interativos compostos de conjuntos de audiovisual, gráficos, texto e feeds externos. Managana mixa e sequencia listas de reprodução (playlists) que podem ser criadas, exibidas e animadas no próprio software.

de onde vem?

O software vem como uma resposta à necessidade de ferramentas para a produção de conteúdo audiovisual interativo que se adeque à realidade das múltiplas telas/dispositivos que encontramos recentemente, principalmente a partir do advento dos tablets e outros dispositivos móveis. O software, livre, publicado sob a licença LGPL versão 3 da Free Software Foundation, mixa e sequencia fluxos de mídia e sua interação com as principais plataformas do mundo digital. O nome Managana, com raízes no sânscrito, composto de mana e gana, presentes no hino nacional da Índia significa mentes das gentes. O primeiro verso do hino Jana Gana Mana adhināyaka é traduzido como tu és regente das mentes de todas as pessoas.

as várias faces do Managana

Desenvolvido em módulos, o software é formado por 4 componentes: o "editor + player web", o gerador de aplicativos (appwizard), o programa para exibições públicas (showtime) e o controle remoto para dispositivos móveis.

A partir de um instalador, que funciona de forma similar aos sistemas de gerenciamento de conteúdo (CMS), o pacote "editor + player" cria um ambiente de criação e de visualização de material na forma de aplicativos web. Essa instalação pode ser feita tanto em um servidor na internet quanto em um servidor local. Com várias opções de criação, incluindo gerenciamento de versões e de diferentes níveis de acesso, esse editor é capaz de gerar conteúdo audiovisual interativo sem a necessidade de conhecimentos técnicos que pode ser exibido a partir do player web.

O conteúdo gerado pode também ser processado pelo software appwizard, uma ferramenta capaz de criar apps móveis para os sistemas Android e iOS. Esses aplicativos podem, inclusive, operar de forma local ou buscar seu conteúdo diretamente de um servidor web, permitido a criação de publicações em constante atualização.

O módulo showtime foi projetado com artistas digitais em mente. Ele permite a exibição de conteúdo para um público maior, incluindo diversas formas de interação como webcams e o Microsoft Kinect. Ele é capaz também de produzir visualizações 3D estereoscópicas e projeções em superfícies irregulares com o recurso embutido de video mapping. Além disso, o showtime é capaz de se comunicar com outros softwares por mensagens em uma rede (TCP), permitindo sua expansão para atender a vários tipos de necessidade.

Por último, o controle remoto, que é capaz de se conectar a exibições do Managana - tanto player web quanto showtime ou mesmo em apps móveis. Com diferentes níveis de acesso, o controle permite desde interações públicas coletivas a até o controle total de uma exibição.

onde encontrar

O software pode ser encontrado no site www.managana.art.br ou em www.managana.org. Em ambos é possível baixar todos os módulos e também o código fonte. Além disso o site traz os documentos Getting started with Managana, guias para a criação de uma publicação digital para tablets e para o uso do software showtime, incluindo a criação do controle remoto.

Algumas criações feitas com o Managana podem ser vistas em www.managana.org/player ou no aplicativo Managana disponível gratuitamente nas lojas Google Play e Apple AppStore.

O Managana pode também ser encontrado no SourceForge, em http://sourceforge.net/projects/managana/

desenvolvimento

Desde o seu lançamento em meados de 2012 o Managana vem recebendo constantes atualizações com melhorias tanto na parte de criação quanto de exibição de conteúdo. O software vem sendo desenvolvido usando a tecnologia Adobe Flex (Flex SDK em conjunto com a ferramenta FlashDevelop - www.flashdevelop.org), PHP e MySQL. Atualmente tanto o editor quanto o player web precisam do Adobe Flash Player para funcionar nos sistemas Windows, MacOS e Linux. A migração para uma solução em HTML5, começando pelo player, também vem sendo estudada.

como contribuir

A migração do player web para HTML5 é uma prioridade e são necessárias pessoas com conhecimentos em padrões web para esse desenvolvimento. Uma segunda contribuição importante fica por conta da documentação do porgrama - mesmo tendo sido produzido no Brasil, atualmente todo o material de documentação disponível está apenas em inglês (como os documentos Getting started with Managana).

January 31, 2013 10:27 PM

January 30, 2013

Software Livre Brasil

Sorteio de ingressos para o #fisl14!

A galera do Software Livre na Campus está sorteando 14 ingressos para o #fisl14.

E não precisa ser campuseiro para concorrer! Confira as instruções e aproveite essa chance.

Sorteios de inscrições para eventos de Software Livre

1 - Preencha o formulário: http://va.mu/cHv2

2 - Siga o perfil @slcampusparty no twitter ou no identi.ca

3 - Publique a frase no twitter ou identi.ca trocando a hashtag #nome-do-evento pelo nome do evento que você quer concorrer de acordo com o formulário que você preencheu:

@slcampusparty Eu quero participar do #nome-do-evento #sl #cpbr6

4 - Para cada evento que você quer concorrer, você deve enviar uma frase com a hashtag daquele evento.

5 - Não é obrigatório estar presente fisicamente na Campus Party Brasl 2013ci para concorrer.

Saiba mais no blog Software Livre na Campus Party!

===========================================

Em tempo:

Para quem está na Campus Party, o Sebrae e a ACIGames tem uma proposta tentadora: que tal ir para o #fisl14 com TUDO PAGO?

Saiba como: Quer ir para o #fisl14 com tudo pago?

January 30, 2013 04:20 PM

María "tatica" Leandro

Nuevo theme para el FLISoL (y theme para descargar)

Como lo prometido es deuda… por fin se renovó el website del FLISoL-Venezuela. Este site es un wordpress en su última versión (el cual se tuvo que reinstalar porque quien quedó a cargo de su actualización no lo hizo…) y para este, se construyó un theme a la medida, así que nada de personalización, todo fue desde 0 :)

Flisol screenshot

Así mismo, se le agregó un plugin para el manejo de twitter llamado (Un)offical Twitter Widget que es muy fácil de personalizar, Page-list con el cual listamos las ciudades en la sección de Donde y para el manejo de los usuarios y permisos Role Scoper, con este plugin permitiremos que cada coordinador solo modifique su página, evitando conflictos anteriores con las demás webs y coordinadores.

Así mismo, en la buena onda de compartir, les dejo el .zip del theme que se realizó para el FLISoL. Está diseñado para utilizar solo las páginas, y la página de inicio está compuesta por varios widgets que hay que llenar. No le puse data de demo, sin embargo, dentro del .zip encontrarán un pdf sencillo que explica como llenarlo para que quede como el demo.

Espero les agrade, le den uso y sobre todo, participen en el FLISoL en cada una de sus ciudades! Los estaremos esperando :D

Flisol Theme – WordPress: https://mega.co.nz/#!Bg0CwLYa

by tatica at January 30, 2013 12:18 AM

January 29, 2013

Software Livre Brasil

Clips traz a grade de programação da Campus Party para seu bolso

Os participantes da Campus Party Brasil 2013 têm mais uma opção para consultar a grade de programação do evento. Essa nova opção é o Clips, um software livre que adapta a grade de programação de grandes eventos para ser melhor visualizada em dispositivos portáteis, como tablets e smartphones.


Construído em Python/Django, o Clips é seu companheiro durante o evento, uma forma ágil para acompanhar palestras e oficinas. Não perca mais nada. Confira no Clips!

Quer anunciar ou apoiar o desenvolvimento do Clips? Escreva para clips@clips.tk.

O código-fonte desta aplicação está disponível no GitHub. Fork us!!! Now! ;-)

January 29, 2013 07:00 PM

Mais rápido, Expresso 2.5 Final é lançado na comunidade

Após muitos testes – e o lançamento das versões Alpha, Beta e RC – o Expresso 2.5.0 foi lançado oficialmente na última quarta-feira (23) e já está disponível gratuitamente na seção de downloads do site do Expresso Livre (http://goo.gl/Dp1jC).
De acordo com Douglas Lopes Gomes, gerente de projetos da Prognus – empresa responsável pelo desenvolvimento da nova versão – o principal objetivo da equipe foi buscar ao máximo pela estabilização da ferramenta durante o período de testes.
“Diversos problemas, dos mais simples aos mais complexos, foram corrigidos”, destacou.
As principais melhorias foram desenvolvidas nos módulos ExpressoMail e ExpressoCalendar, deixando a suíte ainda mais rápida e com a correção de inconsistências que afetavam a usabilidade do usuário. “A intenção é que o usuário tenha uma experiência mais ‘rápida’ e ‘agradável’ com o Expresso”, completou o gerente técnico da Prognus, William Merlotto.
As melhorias
Quem nunca enviou um e-mail e se esqueceu de anexar um arquivo? Este erro clássico poderá ser evitado na nova versão do Expresso, em uma das melhorias da ferramenta na versão 2.5 Final. Este recurso se baseia na suposição de que, se o usuário digitar no corpo da mensagem alguma palavra derivada de “anexo”, a mensagem irá conter algum anexo. Confira mais detalhes em: http://goo.gl/d3qbe

January 29, 2013 07:00 PM

TPB AFK estreia no dia 8 de fevereiro

TPB AFK, documentário que fala sobre o serviço de indexação de torrents mais conhecido do mundo, o Pirate Bay, estreia no dia 8 de fevereiro. O filme será exibido no Festival Internacional de Berlim, mas poderá ser assistido, também, através da internet de forma gratuita, graças a uma licença Creative Commons. Isso quer dizer que o filme será livre para download, para compartilhamento e para o uso criativo (remixes, paródias, etc.).

O filme, feito parcialmente com renda obtida através do crowdsourcing, conta a história dos fundadores do Pirate Bay que, em 2009, foram condenados na Suécia a pagar 3,5 milhões de dólares por promoverem a pirataria.

"Depois de ver o filme inteiro fiquei pensando nele por duas semanas e ainda não tenho palavras para descrevê-lo", conta um dos fundadores do site, Peter Sunde.


January 29, 2013 07:00 PM

Luto

A Associação Software Livre.Org e o PSL-Brasil, em nome do movimento Software Livre brasileiro, registram aqui seu pesar e consternação  pela tragédia de Santa Maria.

Lamentamos profundamente a morte de cada um dos envolvidos, e prestamos nossa homenagem ao membro da comunidade Software Livre João Carlos Barcellos.

Aos 24 anos, João Carlos Barcellos era fotógrafo, fundador do SiteZoom, e membro do Tchê Linux.  Atuava no setor de TI da Escola Marista Santa Marta, em Santa Maria, e estudava Sistemas de Informação no Centro Universitário Franciscano (Unifra).

João Carlos fazia a cobertura do evento para o site na noite da tragédia. Sobre seu caixão, um Tux de pelúcia representava uma das suas maiores paixões. Um Tux triste como todos nós.

January 29, 2013 07:00 PM

January 28, 2013

Software Livre Brasil

Um relatório, um vídeo e muitas cartas



Já faz dois meses que a 11ª edição da Oficina para Inclusão Digital e Participação Social acabou, mas se você acha que a mobilização acabou, está enganado. De lá para cá, além de preparar os certificados, que foram enviados por email para os participantes, a organização da 11OID preparou materiais muito importantes.

O Relatório da Oficina é um caderno digital com 36 páginas que contém informações gerais sobre o evento, incluindo programação, números, patrocínios, relatório de peças gráficas e promocionais produzidas, informações sobre inserções na mídia e cobertura para o site oficial do evento, tudo ilustrado com fotos que vão dar saudades, você vai ver.

Além disso, foi finalizado também o "vídeo da carta", que você pode assistir aí em cima. Esse vídeo foi preparado a partir de imagens da Oficina, em especial da gravação em vídeo da leitura, por vários ativistas, do Grito da Exclusão Digital, o documento oficial do evento. Direcionado à Presidenta Dilma, a carta é também um alerta sobre a situação dos programas de Inclusão Digital do Governo Federal que correm risco de ser descontinuados por falta de um diálogo mais transparente e interessado com a sociedade civil enagajada no tema.

Por isso mesmo essa carta, juntamente com o Relatório, além de enviada para a Presidenta Dilma com um pedido de audiência, foi enviada também para diversas autoridades direta ou indiretamente envolvidas com o tema, como a Ministra Marta Suplicy, o deputado federal Paulo Teixeira, e o ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, entre outros.

Esta iniciativa é fruto da necessidade e urgência, perante às dificuldades enfrentadas nos últimos anos, corroboradas na Oficina, que reuniu presencialmente mais de mil participantes de projetos populares de Inclusão Digital.

Acreditamos que é preciso levar nosso grito mais longe, para que nossos esforços em prol da Inclusão Digital não sejam desconsiderados, e a voz da sociedade civil continue sendo ouvida. Precisamos trazer de volta à pauta do Governo Federal os esforços das centenas de entidades da sociedade civil que se dedicam à Inclusão Digital.

Por isso, incentivamos você a continuar divulgando. Compartilhe o vídeo, o relatório, o Grito da Exclusão Digital.



Clique na imagem para baixar o arquivo PDF do Relatório


January 28, 2013 06:32 PM

Richard Stallman estava certo o tempo todo

Imagem Richard StallmanAutor: Thom Holwerda
Traduzido Livremente de: http://www.osnews.com/story/25469/Richard_Stallman_Was_Right_All_Along

 
No ano passado, o presidente Obama assinou uma lei que torna possível deter indefinidamente suspeitos de terrorismo sem qualquer forma de julgamento ou processo devido. Manifestantes pacíficos do movimento Occupy em todo mundo foram rotulados como terroristas pelas autoridades.
 
Iniciativas como o SOPA promovem monitoramento constante de canais de comunicação. A trinta anos atrás, quando Richard Stallman lançou o projeto GNU, e durante as três décadas que se seguiram, seus pontos de vistas, às vezes extremos, e modos peculiares foram ridicularizados, desconsiderados e tratados como paranoia - mas aqui estamos, 2012, e sua outrora considerada paranoia se tornou realidade.
 
Até há relativamente pouco tempo, foi fácil desconsiderar Richard Stallman, tratando-o como um fanático paranoico, como alguém que perdeu o senso de realidade a muito tempo atrás. Uma espécie de eterno hippie da computação, a perfeita personificação do arquétipo do puro nerd que mora num porão. Sua barba, cabelo e roupas - em nosso mundo visual, é muito fácil repudiar-lo.
 
Seus pontos de vistas sempre foram extremos. Seu único computador é um netbook chinês Lemote Yeelong, porque é o único computador que utiliza apenas de Software Livre - sem firmware blobs, sem BIOS proprietários; é tudo livre. Ele também recusa possuir um telefone celular, porque estes são facilmente rastreáveis; então enquanto não houver um celular equivalente ao Yeelong, Stallman não terá um. Em geral, todo o Software deve ser livre. Ou, como a Fundação Free Software coloca:
 
"Como a nossa sociedade cresce mais dependente de computadores, o software que rodamos é de grande importância para garantir o nosso futuro como uma sociedade livre. O Software Livre diz respeito a ter controle sobre a tecnologia que usamos em nossas casas, escolas e negócios, onde o computador trabalha para o nosso beneficio individual e comum, e não para as corporações de software proprietário ou governo que buscam restringir nossa liberdade nos monitorando."
 
Eu, também, considerava Stallman um tanto radical. Software livre para controlar e combater a espionagem de governos? Corporações diabólicas que querem dominar o mundo? Software como ferramenta para monitorar canais de comunicação privados? Certo. Certamente, o Software Livre e de código-fonte aberto são importantes, e eu escolho a estes sempre que existe a equivalência funcional com outras soluções proprietárias.
 
Mas aqui estamos, no início de 2012. Obama assinou um NDAA (National Defense Authorization Act) para 2012, tornando possível que cidadãos americanos sejam detidos indefinitivamente sem qualquer julgamento ou processo devido, apenas porque eles são suspeitos de terrorismo. Ao mesmo tempo, nos temos o SOPA, que, caso seja aprovado, pode operar um sistema no qual websites pode ser tirados do ar, de novo sem qualquer julgamento ou processo devido, e também possibilita o monitoramento da Internet. Junte isto e como as autoridades rotularam o movimento pacífico Occupy - considerado-os terroristas - e você pode ver onde isto vai dar.
 
Caso tudo isto te lembre a China ou qualquer outro regime totalitário, você não está sozinho. Até a Motion Picture Association of America (MPAA), orgulhosamente proclama que o que funciona na China, Síria, Irã e outros, deve funcionar também nos Estados Unidos. O "Grande Firewall" da China e sistemas similares de filtragem são glorificados como soluções funcionais no que é considerado como o mundo livre.
 
O cerne da questão aqui é que ao contrário dos dias de outrora, onde regimes repressivos precisavam de elaboradas redes de polícia e informantes para monitorar as comunicações, tudo o que eles precisam agora é o controle sobre o software e o hardware que nós usamos.
 
Nossos computadores pessoais, notebooks, tablets, smartphones e todo tipo de dispositivos que fazem parte de virtualmente toda a nossa comunicação. Você pensa que está livre quando se comunica cara a cara? Pense de novo. Como você combinou este encontro? Pelo telefone? Pela web? E o que você tem no bolso ou mochila, sempre conectada a rede?
 
Isto é o que Stallman esta nos alertando a todos estes anos - e a maioria de nós, incluindo eu mesmo, nunca levamos muito a sério. Porém, conforme o mundo muda, a importância de verificar o que o código dos nossos dispositivos esta fazendo - torna-se cada vez mais importante. Se nós perdemos a possibilidade de verificamos o que o nosso computador esta fazendo, estamos enrascados.
 
Isto é a principal crença da Fundação Free Software e de Stallman: que o software proprietário toma o controle do usuário, e que pode levar a consequências desastrosas, especialmente agora que dependemos dos computadores para virtualmente tudo o que fazemos. O fato de que Stallman previu isto a quase trinta anos atrás é notável, e sustenta ainda mais o seu ativismo. Isto justifica os 30 anos da Fundação Free Software.
 
E, em 2012, nos provavelmente precisaremos mais do que nunca do Software Livre e de seus ativistas. No Congressos Chaos Computer em Berlin no final de 2011, Cory Doctorow apresentou uma palestra "The Coming War on General Purpose Computation". Nesta, Doctorow avisa que o computador de uso geral, mais especificamente, que o controle do usuário sobre o computador, é percebido como uma ameaça ao establishment. A Guerra do Copyright? Nada mais que um prelúdio da guerra real.
 
"Como um membro da geração Walkman, eu aceitei o fato de que eu precisarei um aparelho auditivo muito anos antes de morrer, e é claro, não será um aparelho auditivo qualquer, será um computador dentro do meu corpo," explica Doctorow, "Assim, quando eu entro em um carro - um computador que eu entro dentro dele - com o meu aparelho auditivo - um computador dentro de mim - E eu quero saber se estas tecnologias não foram projetadas para manter segredos de mim, e que impeçam que eu finalize processos que possam trabalhar contra meus interesses."
 
E esta é realmente a essência de tudo isto. Com computadores tomando contas de coisas como a nossa audição, direção e muito mais, e nós não podemos ficar presos a eles por eles. Nós precisamos ser capazes de olhar dentro destes e ver o que esta acontecendo, para garantir que não estamos sendo monitorados, filtrados, ou o que seja. A pouco tempo atrás eu diria que isto é pura paranoia - mas com tudo o que vem acontecendo, isto não é mais paranoia. É a realidade.
 
"A liberdade no futuro necessitará que nós tenhamos capacidade de monitorar nossos dispositivos definindo como estes funcionam, para verificar e terminar processos que rodem nestes, para manter estes como servidores honestos da nossa vontade, e não traidores e espiões trabalhando para criminosos, bandidos e anormais controladores," Doctorow avisa, "E nós ainda não perdemos, mas precisamos ganhar a guerra do copyright para manter a Internet e os computadores pessoais livres e abertos. Porque estas são as ferramentas na guerra que esta por vir, não seremos capazes de lutar sem elas."
 
Existira um ponto onde ser livre / aberto não será apenas uma coisa divertida, mas uma necessidade.
 
E este ponto está chegando rápido.

January 28, 2013 06:32 PM

ACIGAMES e Sebrae premiam melhores códigos da Campus Party 2013 com viagem ao FISL14

Quer ir ao FISL14 com tudo pago?

O Sebrae premiará os melhores aplicativos de código aberto que ajudem empreendedores a desenhar modelos de negócios, pensando em uma economia digital. Os três melhores trabalhos, desenvolvidos durante a Campus Party 2013, levam uma viagem para o FILS14 (Fórum Internacional Software Livre) em Porto Alegre com despesas pagas, um tablet, curso Empretec, Kit Sebrae e um certificado.

Os concorrentes terão 16 horas para desenvolver o aplicativo, das 22h do dia 31 de janeiro às 14h do dia 1 de fevereiro. O objetivo é incentivar a criatividade e o desenvolvimento de jogos digitais com temática empreendedora, envolvendo o público jovem.

A ação é de iniciativa do Sebrae em parceria com a iMasters e a Associação Comercial, Industrial e Cultural de Games (ACIGAMES) e conta com o apoio da Associação Sotware Livre.Org. Você pode saber mais sobre a iniciativa no site www.sebraenacampus.com.br

 

January 28, 2013 11:57 AM

Rafael Bonifaz

Políticos y Software Libre

En este artículo comparto la participación de varios políticos del mundo en relación al software libre. Si alguien conoce algún otro video me avisa para incluirlo en este post. Al momento tengo videos de Rafael Correa, Gustavo Petro y Lula da Silva.

Los videos están organizados de más nuevos a más viejos:

Rafael Correa, Presidente de Ecuador, Campus Party Quito – septiembre de 2012

Gustavo Petro, Alcalde de Bogotá, Mes del Software Libre – agosto 2012

Gustavo Petro, Alcalde de Bogotá, FLISOL 2012 – mayo 2012

Lula da Silva, ex Presidente de Brasil, FISL 10 – junio 2009

Parte 1/3

Parte 2/3

Parte 3/3

Saludo Rafael Correa, presidente de Ecuador, FLISOL 2007 – abril 2007

Hugo Chávez, presidente de Venezuela, inaguración de Centro Nacional de Desarrollo en Tecnologías Libres – noviembre 2006

Parte 1/4

Parte 2/4

Parte 3/4

Parte 4/4

 

by Rafael Bonifaz at January 28, 2013 12:00 AM

January 26, 2013

Software Livre Brasil

Digitália 2013: Salvador será a capital mundial da música e da onda digital!

De 01 a 05 de fevereiro (pré-carnaval) de 2013, Salvador será também a capital mundial da música e da onda digital, pois sediará a segunda edição do DIGITALIA – Festival/Congresso/Observatório Internacional de Música e Cultura Digital. Esse grande evento articula diversas iniciativas do Brasil e do Mundo que relacionam o campo da música às novas tecnologias da informação e da comunicação, notadamente aquelas conformadas pela chamada Cultura Digital! Serão conferências, mesas redondas, workshops e, claro, muita música!!

Confira abaixo parte da programação...

 

Conferências 01/02 (Sexta)

Palco | 19h30 às 20h30 - Mesa de Abertura

  • Gilberto Gil
  • Albino Rubim (SECULT/BA)
  • Derrick de Kerckhove (McLuhan Program)
  • Márcio Meirelles (TVV)
  • Nelson Pretto (FACED/UFBA)
  • Oona Castro (Wikimedia)
  • Vinicius Pereira (ABCIBER).

Palco | 20h30 às 21h15 - Conferência de Abertura

“McLuhan and The Digital Culture: (Fore)Sight, Sound and the Fury”.

Derrick de Kerckhove (McLuhan Program/Univ. Napoli):

 

Conferências 03/02 (Domingo)

Cine-Teatro | 9h às 10h30 | Conferência

  • “Tecnologías de la Información y las Músicas del Mundo”; - Xavier Serra (Univ. Pompeu Fabra/Barcelona) 
  • “La cultura libre, las guerras tranquilas y las armas silenciosas” - Martin Groisman (Univ. Buenoas Aires) – ; Mediador: Javier Bustamante (Univ. Complutense de Madrid).
  • “O Futuro da Internet no Brasil: Marco Civil, Tratados Internacionais e Outros Temas” - Ronaldo Lemos (FGV-Rio).

 

Emicida, Original Olinda Style e Daganja no Digitalia!

Emicida e Banda (completa) se apresentam no #Digitalia2013, na Concha Acústica, em 5 de fevereiro. O artista também convida Rael da Rima para o show e faz desconferência no Digitalia. Autogestão da carreira, “faça você mesmo” e iemicidaniciativa são termos sempre associados a Emicida. Ele participaou de vários festivais, a exemplo do Coachella, Sónar, Black2Black e Montreux.

O Original Olinda Style vai reunir no palco da Concha Acústica dois dos mais expressivos grupos da cena pernambucana. Pela primeira vez em Salvador, Eddie e Orquestra Contemporânea de Olinda tocam juntos, num show que promete ser histórico.

Nome emergente do rap nacional, o artista baiano DaGanja prepara um show especial para a festa do Digitalia. Soul, dub, samba e ritmos caribenhos se misturam às batidas pesadas do rap, conformando uma musicalidade que já transcendeu as fronteiras do seu estado. 

 

Festa Digitalia 2013

Concha Acústica do TCA

05 de fevereiro de 2013 – 17 h

Emicida e Banda + Rael

Original Olinda Style (Eddie + Orquestra Contemporânea de Olinda)

Daganja e Convidados

Ingresso: troca por um livro infanto-juvenil, na bilheteria do TCA, a partir de 29.01,  das 12 às 18h.

O Digitalia é organizado pela comunidade Audiosfera — uma rede social dedicada à relação entre música e cultura digital, tendo como âncora o grupo de pesquisa de mesmo nome, hospedado no Instituto de Humanidades, Artes e Ciências Prof. Milton Santos (IHAC), da Universidade Federal da Bahia — e tem o patrocínio de: Fundo de Cultura da Bahia (por meio do edital “Projetos Estratégicos em Cultura”), Secretaria de Cultura do Estado da Bahia, Governo da Bahia e CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior).

January 26, 2013 10:32 PM